Perdoar-se é preciso…

se perdoe

 

Perdoar-Se é tão importante quanto perdoar a outros ou pedir perdão a outros tantos. Apontar o dedo para os outros é ruim, mas viver apontando o dedo para nós mesmos é pior ainda. (Estou aprendendo isso).

Veio-me agora a mente, a história de Pedro – a pessoa mais humana de toda a bíblia; abriu a boca na hora errada, agiu em hora errada, e como se não bastasse tentou demover o Senhor Jesus da missão que Ele tinha para cumprir. Como se ainda não bastasse depois de ter dito que morreria por Jesus, O nega. É mole!!! É… Mas nós, nesse tempo que se chama hoje, fazemos até pior. Bem mas isso é outra “estória!”.

Se não aprendermos a perdoar a nós mesmos nossa alma adoece tanto quanto a falta de perdão para com os outros. Ficamos desanimados, entristecidos, estagnados como Pedro ficou, e começamos a retroceder como ele retrocedeu, voltou a pescar e não quis mais saber de pregar o evangelho para “seu” ninguém.  Pedro, além da dor da perda do seu Senhor, carregava a dor de tê-lo negado, e aquele galo ficou cantando em sua memória e Pedro se abateu espiritualmente, desistiu e voltou a pescar.

E mesmo quando Jesus, já ressuscitado, manda o recado para os discípulos, e especifica o nome de Pedro, mesmo assim o galo ainda canta em sua cabeça. Ele não compreendia e nem aceitava que o Mestre já o havia perdoado. No seu intimo o seu erro não tinha perdão… Mas Jesus cura o coração de Pedro.

Nós não somos diferentes dele, sabe por quê? Porque cometemos tantos erros quanto ele, não somos infalíveis e muito menos perfeitos.

Portanto, seja forte e corajoso encarando a você mesmo, sente-se consigo mesmo e relacione aquilo que te traz culpa, traga a luz o que está na escuridão da sua alma…

E peça ajuda sim peça ajuda primeiro àquele que já crucificou toda a nossa culpa e nossos pecados, Jesus, Ele te ajudará a se livrar de padrões de comportamentos nocivos a sua alma, Ele te ajudará a se livrar de tudo o que lhe faz mal. Não é fácil, eu sei, porque aquela que escreve essas coisas ainda tem dificuldades em “se perdoar” rsrs.

Mas creia, Jesus consumou tudo naquela cruz, consumou a nossa culpa. E se Ele diz que levou sobre ele mesmo todas as nossas transgressões quem poderá dizer que você não será perdoado (a), nem a nossa própria consciência poderá dizer isso contra nós. É Ele que diz: _os seus pecados estão perdoados…, não nós.

Mas lembre-se disto o primeiro passo a ser dado em direção ao perdão de nós mesmos é aceitar e CRER  de todo o coração, de verdade mesmo, o que Paulo nos ensina na primeira carta aos Coríntios: “_Pois o que primeiramente lhes transmiti foi o que recebi: que Cristo morreu pelos nossos pecados, segundo as Escrituras…”

Sabe gente perdoar e amar são os princípios mais poderosos que Deus Pai nos ensinou através de Jesus, é o remédio mais poderoso que cura o corpo e a alma. (Também estou aprendendo isso). Comece… Faça as pazes com você mesmo. Cale a boca do galo que fica cantando a mesma ladainha: Culpado! Culpado! Culpado!

De um basta! Abrace a cruz de Cristo e pare a crucificação de você mesmo.

Cristo já fez isso por você! 

Ele sabe e entende o que se passa em nosso intimo mais intimo, por isso peça a sua ajuda… Perdoe a quem precisa ser perdoado, peça perdão  a quem você magoou, mas LEMBRE-SE também e principalmente…

PERDOE-SE

(Quer saber mais sobre essa história deixa de preguiça e leia, se quiser: Mc 16:7, Jo 13.36-38,Lucas 22:54-65, Jo 21 e etc)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s