Crer para Ver – 2ª parte – Desconectando

Passeando no jardim – (Gênesis três)

 Na postagem anterior falamos sobre Deus Criador e a conexão com Ele no inicio de tudo.

Com a entrada do 4º elemento todo aquele paraíso começa a rolar ladeira abaixo. A famosa queda, o pecado original que tanto se fala, a desobediência do primeiro casal como outros falam foi desencadeada neles, homem e mulher dos primeiros tempos pela astucia desse 4° elemento e vamos dar nome ao boi – “satanás”, diabo, lúcifer, seja que nome queira dar.

Como diria “Chaves” rsrsrs, com a sua astucia minou todo o ser do primeiro casalzinho simpático. Despertando em suas mentes a dúvida em relação à palavra de Deus – “Deus disse”, a curiosidade e a desconfiança na mulher.

E as três grandes dúvidas foram insinuadas a eles pelo astuto

  1. 1.       Insinuação relativa a bondade de Deus com respeito à restrição: “…DE TODOS OS ANIMAIS que Deus criou, o mais astuto era a serpente. A serpente aproximou-se então perguntou à mulher: “Será verdade?! Nenhuma fruta do jardim?! Deus disse que vocês não podem comer nem uma só fruta?!”  “Claro que podemos!”, respondeu a mulher.”Só a fruta da árvore que está no meio do jardim é que não podemos comer. Deus disse que não podemos comer fruta daquela árvore, e que não podemos nem pôr as mãos nela porque se não, morreremos “…”.

Como se quisesse dizer: Se Ele é tão bom porque proibiu…

 

  1. 2.       Insinuação com referência a retidão de Deus: “…” É mentira!”, contestou a serpente.” Vocês não morrem não!…”

 

  1. 3.       Insinuação relativa a Santidade de Deus:e continuou o astuto – “…Deus sabe muito bem que se vocês comerem essa fruta, no mesmo instante vocês ficarão como Ele, pois os seus olhos se abrirão. Vocês vão ficar sabendo distinguir entre o bem e o mal!”. “A mulher acreditou nisso…”. Como se quisesse dizer:  Ele não é melhor que vocês…

 

E tudo isso junto conduziu o primeiro casal à incredulidade que por sua vez acabou na desobediência. Triste, pois suas consciências foram despertas com relação ao pecado – um pequeno parêntese pecado= tudo que vai contra os princípios expressados por Deus e em claro e bom português – tudo que Deus diz para não fazer, mas a gente faz tá claro? Acho que não precisa desenhar né mesmo? Voltando ao ponto, com a consciência do pecado veio a vergonha, o temor e o esconderijo quando ouvem a voz Dele perguntando: onde estás?

Sem saída começam as acusações, o homem culpa a mulher que Deus deu a ele, que por sua vez culpa a satanás que a enganou. E é assim até hoje, sempre é mais fácil jogar as culpas sobre o outro do que assumirmos a responsabilidade. No fim indiretamente se culpa a quem não tem culpa absolutamente nenhuma…Deus. E pode crer Ele não é responsável pelas nossas escolhas.

Bem, sem alternativa, o dono do jardim precisou despedir o jardineiro infiel. Mas mesmo diante da infidelidade, Deus teve compaixão por eles e ainda vez vestimentas para que pudessem cobrir a sua nudez.

E ai a desconexão se inicia!

Eles abriram mão do prazer da companhia de Deus, trocaram tudo pelos seus próprios interesses, trocaram tudo que ganharam sem o menor esforço, por um prato de lentilhas, ou melhor, para saciar o seu desejo, e oprimidos pela culpa sentiram vergonha diante de Deus perdendo assim o relacionamento de comunhão e intimidade que tinham com Ele. Que reflete até agora nessa incessante luta dos seres humanos para reatar a conexão perdida, mesmo sem ter consciência disso. Não foi Deus que se escondeu foram eles, somos nós. Criatura se rebelando contra o seu Criador.

Mas nós não podemos critica-los ou julga-los, sabia?Constantemente temos as mesmas atitudes que eles, cometemos os mesmos erros: duvidamos da sua palavra, duvidamos da Sua bondade, duvidamos da Sua retidão e da Sua santidade e até se dúvida que Ele exista.

Afastamos Deus, com uma facilidade incrível, de todas as áreas de nossas vidas até mesmo quando já experimentamos da sua bondade, da sua presença e da sua compaixão viramos as costas para Ele, deixando que nossos próprios interesses calem a Sua voz.

Continuamos, nesse grande jardim do mundo de hoje, como no primeiro jardim, incrédulos!

Mas preciso dizer algo a todos, se continuarmos a seguir os nossos próprios esquemas e planos, independentes, nos achando a “última bolacha do pacote”, sem buscar a CONEXÃO, a comunhão e um relacionamento íntimo com Ele nunca O experimentaremos, nunca O conheceremos.

Se continuarmos nos escondendo Dele nesse imenso jardim, do qual somos jardineiros, estaremos negando a nós mesmos os incríveis passeios pelo jardim com esse Deus tão gracioso e paciente. Se não dermos o primeiro passo em direção a essa comunhão com Ele, tudo a nossa volta, no nosso dia a dia, tudo o que esse mundo trás acabará preenchendo a nossa vida e continuaremos desconectados escondidos em meio aos nossos próprios interesses.

Mas Deus, como fez com o primeiro casal vem nos procurar, o tempo todo e em todo o tempo, nesses dias que se chamam hoje, na secura e instabilidade desse imenso jardim perguntando:

_Onde estás?

Ao invés de estarmos escondidos e perdidos em meio tantas coisas, não seria maravilhoso estar esperando por Ele, no jardim, com enorme expectativa para encontrá-lo, como quem espera por quem ama e passear com Ele podendo contar-lhe tudo a nosso respeito, durante o passeio? Contar-lhe sobre nossas angústias, decepções, aflições e sonhos.

Deus é paciente e não quer abrir mão de nós, está sempre pronto para restabelecer a CONEXÃO, como grande tecelão, como o maior projetista e engenheiro que jamais existiu traçou um projeto, traçou todos os fios, traçou um caminho para a reconexão.

Subverta a ordem das coisas impostas lá no primeiro jardim não se conforme com elas.

Quer reconectar?  Pense nisso, se quiser.

E até a próxima postagem falando sobre o caminho traçado.  Tchau!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s