Desperdício…

Às vezes me pego desperdiçando a vida correndo atrás do vento de prazeres ilusórios.

Às vezes me pego desperdiçando a vida no exagero da comida e guloseimas, afinal Paulo já dizia na carta aos Coríntios que Deus nos deu apetite pelo alimento e estômago para digeri-lo e nem por isso devemos comer demais.

Às vezes me pego desperdiçando a vida com preocupações, ora grandes, ora pequenas mesmo sabendo e já provado que as palavras do Mestre  são verdadeiras quando diz que todas as preocupações juntas não acrescentarão um único momento à nossa vida.

Às vezes me pego desperdiçando a vida com sentimentos de raiva, mágoa, tristeza, me esquecendo de que pedir perdão é necessário e perdoar é essencial.

Às vezes me pego desperdiçando a vida falando demais e sem pensar, mesmo que o muito falar me leve mais perto do pecar.

Às vezes me pego desperdiçando a vida em discussões tolas e perdendo tempo querendo ter razão ao invés de ser feliz.

Às vezes me pego desperdiçando a vida deixando de ouvir o grito daquele que sofre o clamor do oprimido, e do faminto colocando os meus interesses acima do interesse de outros.

Às vezes me pego desperdiçando a vida esquecendo que…

A vida é dom gratuito de Deus Pai.

A vida é produto perecível com data de validade.

A vida é um jardim onde fomos colocados como jardineiros para regar, adubar e cuidar das sementes que ali foram semeadas, nossa família, nosso casamento, nossos amigos, nosso trabalho, nossos corpos mortais.

Que a vida é a expressão visível de um Deus que é invisível mais totalmente real.

Vida que é preciso aprender a viver e para se aprender e apreender somente uma coisa é necessário aprender com o Autor da vida aquilo que Ele já ensinou e demonstrou: Jesus de Nazaré.

Tratado contra desperdício de vida

Um dia, quando as multidões estavam se reunindo, Ele subiu a encosta do monte com seus discípulos, sentou-Se e ensinava a todos ali.

 “Muito felizes são os humildes!” dizia Ele, “porque o Reino dos Céus é dado a eles”.

 “Felizes são os que choram! Porque serão consolados”.

 “Felizes são os mansos e simples! Porque o mundo inteiro pertence a eles”.

 “Felizes aqueles que aspiram por ser justos e bons, porque terão a justiça com toda a certeza”.

 “Felizes são os que são amáveis e têm misericórdia dos outros, porque a eles se mostrará misericórdia”.

 “Felizes os que têm coração puro, porque verão a Deus”.

 “Felizes aqueles que procuram promover a paz – pois serão chamados Filhos de Deus”.

 “Felizes aqueles que são perseguidos por serem justos, pois o Reino dos Céus é deles”.

Simples assim, sem tratados teológicos, sem falsas doutrinas humanas, sem fanatismos religiosos, simples assim, simples como Jesus.

Escrevo isso como uma simples aprendiz, que em meio a tropeços e acertos (mais tropeços rsrsrsrs) segue pelo caminho…sustentada por Ele.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s