Enquanto aqui….

Lá…ele foi condenado a morte pela sua fé em Cristo Jesus…enquanto aqui, país onde somos livres para expressar a fé e opinião (pelo menos por enquanto), se perde tanto tempo, tempo precioso em discussões tolas, em manipulações da fé de gente de boa fé trocando o evangelho de Cristo por um saquitel cheio do dinheiro alheio, transformando o puro, verdadeiro e simples evangelho de Cristo em moeda de troca.

Que a gente, além de orar por ele e por sua família, acordemos e aprendamos com essa situação. Que passemos a usar melhor o tempo e a liberdade de expressão que ainda temos, para falar da Maravilhosa Graça de Deus Pai que nos traz a paz, que nos trouxe Jesus.

#acordacrentedomeubrasilvaronil – “Aproveitem bem o tempo porque os dias em que estamos vivendo são maus”.

 

Texto abaixo foi extraído do site: http://www.pulpitocristao.com/2012/02/pastor-youssef-nadarkhani-e-condenado-a-morte-no-ira/

PASTOR YOUSSEF NADARKHANI É CONDENADO À MORTE NO IRÃ Homem convertido ao cristianismo é condenado à morte no Irã O pastor evangélico Youssef Nadarkhani foi preso, acusado de abandonar a fé islâmica. Decisão da justiça iraniana provocou indignação internacional. Uma decisão da justiça do Irã provocou indignação internacional e protestos de defensores da liberdade de religião. Um homem que se converteu ao cristianismo foi condenado à morte. Youssef Nadarkhani foi preso em 2009 porque não quis que os filhos estudassem o livro sagrado dos muçulmanos – o Alcorão. Ele se tornou cristão aos 19 anos de idade e três anos depois, já pastor evangélico, fundou uma pequena comunidade cristã na cidade de Rasht, a noroeste de Teerã. Nadarkhani foi preso, acusado de abandonar a fé islâmica, e recebeu a sentença máxima: morte por enforcamento. Durante três anos, o caso foi examinado por cortes superiores iranianas. A esposa de Nadarkhani também foi detida, chegou a ser condenada à prisão perpétua, mas depois foi solta. O pastor, por três vezes, recebeu proposta de abandonar o cristianismo e voltar para o islã, em troca da suspensão da pena de morte. Youssef Nadarkhani não aceitou. Segundo o Centro Americano de Lei e Justiça – uma organização que defende a liberdade religiosa nos Estados Unidos e acompanha o caso de Youssef – a sentença foi confirmada pelo governo iraniano e a ordem de execução foi dada. Jordan Sekulow, diretor do centro, vem divulgando em um programa de rádio a perseguição contra Nadarkhani. “Não sabemos se ele ainda está vivo nesse momento” diz Sekulow. “A ordem de execução não é divulgada publicamente. A única coisa que pode salvar Nadarkhani”, ele diz “é a pressão internacional, principalmente de países como o Brasil, que tem boas relações diplomáticas com o Irã”. *** Notícia veiculada pelo Jornal Nacional nesta quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012. Fonte: G1 Ainda não se sabe se a pena já foi cumprida.

Ore pela igreja perseguida!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s