LEIA, OUÇA E DECIDA: PERDOE!

Então Pedro veio a Ele e perguntou-lhe: “Senhor, quantas vezes eu devo perdoar um irmão que pecar contra mim? Sete vezes?”

 “Não!” respondeu Jesus, “Setenta vezes sete!

 

O Reino dos Céus pode ser comparado a um rei que decidiu pôr em ordem suas contas com os criados. E quando estava fazendo isso, foi-lhe trazido um dos seus devedores que lhe devia 10.000 talentos! Ele não podia pagar; então, o rei ordenou que fosse vendido para pagar a dívida, bem como sua esposa e seus filhos, e tudo que ele tinha.

Mas o homem prostrou-se diante do rei, com o rosto em terra, disse: “Oh, senhor, tenha paciência comigo, e eu pagarei tudo”. Então o rei ficou cheio de pena dele, o soltou, e perdoou sua dívida. Mas quando o homem saiu da presença do rei, foi a um homem que lhe devia 100 denários, o agarrou pela garganta, e exigia que lhes pagasse na hora.

 O homem prostrou-se diante dele, suplicava que ele lhe desse um pouquinho mais de tempo. ‘Tenha paciência, que eu pagarei’, implorava ele.

Mas o seu credor não queria esperar. Mandou prender e encarcerar o homem, até que a dívida estivesse totalmente paga. Então os amigos do homem foram ao rei e contaram o que tinha acontecido. O rei chamou à sua presença o homem que ele havia perdoado, e disse: ‘Seu malvado miserável! Eu lhe perdoei aquela dívida enorme, só porque você me pediu Você não devia ter pena dos outros, do mesmo modo como eu tive de você?’

Então o rei, irado, mandou o homem ser duramente castigado, até pagar o último centavo que devia.

“Assim meu pai celeste fará, se vocês se recusarem a perdoar verdadeiramente os seus irmãos”.  Evangelho de Mateus 18:21-35

Antes que nos tornemos credores insensíveis, sem compaixão, como esse homem da parábola que Jesus ensina para Pedro, que a decisão pelo perdão encha os nossos corações!

Perdoar quem nos magoa, ofende, difama, zomba, nos agride com palavras ou atitudes, é o mínimo que podemos fazer diante de tanta Graça, derramada de graça por Deus Pai sobre nós.

Pai amoroso e cheio de misericórdia que nos perdoou tantas coisas ao nos conceder o dom gratuito da Salvação através de Jesus.

Pai amoroso e cheio de misericórdia que nos aceita em meio aos nossos tropeços.

Pai amoroso e cheio de misericórdia que ama o tempo todo e em todo o tempo.

O mínimo dos mínimos que podemos fazer é perdoar…

Faça seu dia ser cheio, pleno da graça de Deus, perdoe.

Ultrapasse a barreira do orgulho e da ofensa, não queira ter razão, perdoe.

LIBERTE E LIBERTE-SE! Perdoe!

Abraços Naquele que amou e perdoou primeiro, para que seguíssemos o seu exemplo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s