Resposta a um amor sem igual…


Entendendo o começo tudo fica mais fácil. Se alguém se der ao trabalho de ler o primeiro livro das escrituras compreenderá bem melhor quem é esse Deus criador e criativo, maravilhoso que ama sem medida e compreenderá nossa verdadeira história. (Aos que crêem na teoria da evolução todo o meu respeito!)

Entendendo o começo, para compreender o meio e se alegrar no fim!

No principio Deus criou os céus e a terra… Disse: _Haja Luz! E houve luz. Pela Sua palavra criou todas as coisas, pela sua palavra Deus produziu ordem, luz, vida e beleza em uma terra disforme, vazia e escura.

E criou homem e mulher a sua imagem e semelhança… E assim começa a caminhar a humanidade…

Como o oleiro que molda o barro Ele moldou homem e mulher, tendo como modelo Ele mesmo.

Grande tecelão que é foi tecendo fio por fio no seu tear divino imprimindo o seu código, o seu DNA, tecendo a sua identidade em cada parte dessas primeiras pessoas. Tornando-nos portadores e carregadores da Sua imagem, da Sua divina herança genética. Respiramos graças ao fôlego de vida que Ele nos deu…

Ele nos criou para sermos Dele.

Mesmo assim, há muito tempo atrás, o primeiro homem e a primeira mulher, abriram mão desistindo do privilégio e prazer de pertencer a Ele, de desfrutar da sua companhia e de caminhar todos os dias com Ele pelo jardim.

Os primeiros jardineiros abriram mão, movidos pelos seus próprios interesses, movidos pela satisfação imediata de seus desejos naturais, dando ouvidos à falácia de um intruso rastejante e pegajoso e dos muitos intrusos, gerados dentro deles, pela sua própria natureza humana.

E quando Deus foi procurá-los, oprimidos pela sua desobediência, e constrangidos pela culpa, sentiram vergonha de Deus e se esconderam perdendo assim, o mais precioso e importante presente que receberam – o relacionamento intimo com o Deus criador e Pai.

Deus sabia onde eles estavam escondidos, mas continuou a chamar e perguntar: _Onde você está? E mesmo conhecendo a desobediência e pecado dos jardineiros continuava a chamá-los, buscando a sua companhia, buscando se relacionar com eles, para mostrar-lhes, que os amava e mesmo diante do seu pecado, Ele, Deus, haveria de manter o Seu compromisso com eles. Mas os primeiros jardineiros preferiram se manter escondidos e perder todo o privilégio de desfrutar da Presença de Deus.

Bem o destino dos jardineiros, ou melhor, o começo da nossa história… Você já sabe não é mesmo? A separação, o distanciamento de Deus Pai.

Desde então, os seres humanos lutam, mesmo que inconscientemente, para retomar essa proximidade…

As duas primeiras pessoas preferiram trocar tudo o que Deus lhes oferecera de graça, pois não precisaram fazer nada para merecer, pela única coisa que Deus os havia alertado para não tocarem, a árvore do conhecimento do bem e do mal…, mas nós os jardineiros do século 21, não podemos criticá-los, sabe por quê?

Porque constantemente repetimos o mesmo erro deles. Através de atitudes e decisões, no nosso dia a dia, que nos distanciam do nosso Criador e Pai, deixando de caminhar com Ele pelo jardim, nos escondendo atrás de árvores de compromissos inadiáveis, festas, prazeres, posição social, diplomas, carreira, trabalho, dinheiro, interesses e mais interesses pessoais.

Ele continua a caminhar pelo jardim; Ele sabe onde estamos, conhece os nossos esconderijos e mesmo sabendo que nos escondemos de propósito, Ele continua chamando e perguntando: _ Onde você está?

Ele continua sabendo das nossas transgressões e pecados e sabe que nunca seremos como deveríamos ser… Mesmo assim Ele nos ama e continua a chamar e perguntar: _onde você está?  E por causa desse amor decidiu derramar a Sua Maravilhosa graça encobrindo uma multidão de pecados quando deu a vida do seu único filho amado, Jesus, em troca da nossa vida.

Entregou seu único filho, por amor a você, a mim e a toda a humanidade!

Fez isso para que não ficássemos escondidos atrás da árvore do jardim e separados Dele.

Fez isso para sermos curados do corpo e da alma.

Fez isso, não porque merecemos ou por sermos “bonzinhos” e cheios de obras de caridade, ou para nos livrar das dificuldades da vida.

Fez isso simplesmente por nos amar e amando assim derramou a sua graça.

É por essa maravilhosa graça que somos salvos e perdoados, pela fé em Cristo Jesus.

Graça que é de graça! Simplesmente graça, amor e bondade. Graça que não pode ser substituída por nenhum esforço de boas obras ou de regras ou cerimônias ou doutrinas ou placas denominadoras.

Graça, maravilhosa graça, que não pode ser substituída por freqüentar lugares, fazer coisas ou dizer coisas registradas no dicionário “evangeliquez”. Graça que não cabe nas “caixinhas” criadas por doutrinas humanas.

Porque é Graça imensurável, disponível a todo aquele que a quiser!

Graça tão grande que mesmo nos criando para sermos Dele, nos dá a livre escolha de querermos pertencer a Ele e caminhar com Ele pelo jardim todos os dias, ou permanecermos escondidos atrás das árvores do jardim da vida! A escolha é sempre nossa!

Tamanho Amor requer uma resposta. Resposta a esse maravilhoso convite de caminharmos pelo Jardim em Sua preciosa companhia. Convite que devemos aceitar ou recusar. A recusa pode acontecer de muitas maneiras, mas a aceitação somente acontece de uma única forma: Crer em Seu Filho Jesus Cristo!

O Pai Eterno caminha pelo jardim e continua a perguntar: _ onde você está?

Oro para que sua resposta não seja como a do primeiro casal de permanecer escondido (a), com medo, oprimido ou pior, indiferente.

Oro para que sua resposta, hoje, seja a de sair do esconderijo e se expor a essa Maravilhosa luz da Graça de Deus Pai.

Oro para que sua resposta, hoje, seja de abrir a sua boca e o seu coração e dizer:

_Senhor Jesus, estou aqui, me perdoe por me esconder por tanto tempo, me perdoe os pecados que cometi por vontade própria ou sem perceber. Venha tomar conta da minha vida e ser o meu Senhor e Salvador, me salvando do pecado que habita em mim me salvando de mim mesmo (a). Faça de mim, hoje, uma nova criatura, a tua imagem e semelhança!

Ele está caminhando pelo jardim agora, Ele caminha pelo jardim todos os dias. Ele, ainda, continua chamando e perguntando: _onde está você?

O que você vai responder? A escolha é sempre sua…!

Abraços a todos em Jesus, aquele que mudou a história e pode e quer mudar a sua história.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s